Atrasos e desinteresse de Patricia Abravanel viram piada nos bastidores do Vem Pra Cá

Patricia Abravanel é vista como principal motivo para Vem Pra Cá não decolar de vez (foto: Reprodução/SBT)
Patricia Abravanel é vista como principal motivo para Vem Pra Cá não decolar de vez (foto: Reprodução/SBT)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O Vem Pra Cá atravessa o seu pior momento internamente. Com menos de três meses no ar, a revista eletrônica do SBT já virou motivo de piada nos bastidores por conta do completo desinteresse e dos constantes atrasos de Patricia Abravanel, que não raramente só aparece na emissora 15 minutos antes do programa começar. Como se não fosse o suficiente, a atração virou alvo de um massacre da opinião pública após mais uma das muitas falas desinformadas da filha de Silvio Santos, que não faz a mínima ideia dos assuntos que serão levados ao ar.

Além disso, o projeto ainda tem futuro incerto. Há um mês, Silvio Santos determinou que o Vem Pra Cá sairia do ar se não conseguisse ter um exponencial crescimento de audiência. O crescimento, que era visto como impossível por diversos setores da própria emissora, aconteceu, e a atração passou a disputar o segundo lugar com a Record. Porém, isso só deu uma sobrevida maior para a revista eletrônica: ela continua sendo deficitária, ou seja, tem gastos maiores do que o faturamento. Na tentativa de diminuir o prejuízo, o SBT tem feito cortes pontuais na equipe do matinal. Um roteirista foi dispensado na semana passada e não foi substituído, e outras demissões devem acontecer em breve.

Mesmo com os cortes de pessoal, ainda falta muito para que o Vem Pra Cá se torne comercialmente viável. Além do tradicional fogo amigo do dono da emissora, que muda o horário e o formato do programa ao seu bel prazer, Patricia Abravanel também virou um fator de risco para que as marcas decidam investir no projeto. Na era do cancelamento, os comentários da apresentadora tem tirado o departamento Comercial da rede do sério, já que não é nada raro que empresas cancelem seus investimentos por pressão das redes sociais.

Patricia, por sinal, é vista como um dos principais fatores para que o programa não decole de uma vez por todas. A reportagem do TV Pop apurou que ela tem dito a amigos mais próximos que é vítima de uma perseguição midiática, e que a imprensa estaria fazendo de tudo para sabotar a atração. No entanto, a própria filha de Silvio Santos não faz muita questão de disfarçar publicamente que não se importa com o matinal. Há alguns dias, ela mesma publicou um vídeo em que mostrava, orgulhosa, sua chegada ao estúdio apenas sete minutos antes da revista eletrônica começar.

Para os funcionários, a conduta dela virou piada: afinal de contas, como a futura dona da emissora pode exigir algo de seus comandados se nem ela mesma segue princípios básicos, como chegar ao trabalho no horário correto? No caso do programa matinal, o camarim utilizado pela herdeira da emissora foi montado na mesma tenda em que está o estúdio do programa. Ela, por sinal, exigiu ter um camarim e um banheiro exclusivos para ela, enquanto Gabriel Cartolano, convidados e colunistas dividem um mesmo espaço, com tamanho inferior.

Nos bastidores, já circula a teoria de que executivos estariam fazendo de tudo para convencer Silvio Santos a colocar Chris Flores como âncora do Vem Pra Cá, devolvendo Patricia Abravanel para a geladeira da emissora. Esse cenário, no entanto, é bem improvável: Patricia se tornou apresentadora do projeto justamente por vontade própria. Ao menos por enquanto, mesmo com todas as polêmicas, ela só sairá do projeto se quiser — e, pelo menos até agora, ela não deu sinal algum de que planeja pedir para sair.

 

Leia mais