RedeTV! ignora polêmica e Sikêra Jr. terá programa de auditório dominical

Sikêra Jr. foi promovido pela RedeTV! e pela TV A Crítica (foto: Reprodução/TV A Crítica)
Sikêra Jr. foi promovido pela RedeTV! e pela TV A Crítica (foto: Reprodução/TV A Crítica)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

A RedeTV! e a TV A Crítica vão premiar Sikêra Jr. com ainda mais espaço na programação. Apesar do jornalista ter provocado um êxodo de anunciantes sem precedentes nas duas emissoras, ele será promovido e irá comandar mais uma atração, que deverá estrear ainda neste ano. O apresentador do Alerta Nacional será o rosto de um programa de auditório dominical, que mesclará notícias e entretenimento, em modelo semelhante ao que Gugu Liberato fazia no Domingo Legal, do SBT. Para a montagem do novo projeto, o canal amazonense decidiu pedir ajuda para os fãs do comunicador, que vão poder contribuir dando ideias de quadros e de elementos do cenário.

TV Pop apurou que a nova produção foi uma iniciativa da TV A Crítica, mas que já existem negociações para que a atração também seja retransmitida pela RedeTV!. A emissora de Marcelo de Carvalho e Amilcare Dallevo Jr. não é afetada judicialmente pelos comentários feitos pelo jornalista no Alerta Nacional, já que o contrato firmado prevê a total responsabilidade do apresentador pelas convicções e opiniões ditas durante as edições do noticiário, além do comprometimento em ressarcir a emissora em caso de eventuais prejuízos provocados por indenizações.

Para o canal nacional, o único problema provocado pelas falas homofóbicas de Sikêra Jr. na edição de 25 de junho do Alerta Nacional foi a fuga generalizada de anunciantes. O jornalístico passou a ter intervalos comerciais com duração de menos de um minuto, e a empresa se viu obrigada a fazer modificações em programas que nada tinham a ver com os comentários do apresentador. Para evitar um rombo ainda maior nos cofres, a emissora teve que vender diversos horários em sua programação e foi obrigada até a modificar o modelo de premiação do RedeTV! Plus, plataforma de conteúdo sob demanda que é uma das maiores rendas da companhia.

Feliz com a inesperada promoção, o jornalista de 55 anos festejou a novidade durante o Alerta Amazonas de quarta-feira (28). “Hoje nós vamos ter uma reunião envolvendo os donos da emissora, a engenharia, o pessoal de pesquisa e os diretores. É sobre o novo programa que vem aí, um programa de auditório. Vai ser um programa com plateia, muita coisa boa. Só que quem vai decidir, quem vai dizer assim… ‘olha, vocês poderiam botar uma luz, uma piscina no meio do palco’. As sugestões tem que ser dadas por vocês, então, participem dessa reunião. Esse programa vai ser montado com a sua dica. Você é quem vai dizer, você é quem vai nos ajudar. Por favor, nos ajude a montar esse programa. Vai ser muito bacana, vai ser inédito na televisão as pessoas participando e dando dicas para esse programa de auditório. Vai ser sensacional, vocês vão ver”, anunciou.

A ideia de um programa de auditório para Sikêra Jr. não é nova, mas havia sido engavetada após o telejornal policial perder boa parte de seu público na Grande São Paulo. Durante o auge do Alerta Nacional, que chegou a marcar picos de 5 pontos na principal metrópole do país, a RedeTV! chegou a fazer estudos para viabilizar o projeto, que iria ao ar aos domingos, entre 18h e 20h, fazendo sala de espera para o Encrenca, maior audiência da emissora em todo o país. Na época, o jornalista chegou a confirmar o desejo de migrar para o entretenimento em entrevista para a Folha.

“Meu sonho é fazer um programa de auditório aos domingos. Já namoramos essa ideia aqui na TV, mas ainda não saiu do papel. Tudo tem o seu tempo. Eu homenagearia ícones como o Chacrinha, Flávio Cavalcanti… vou ser sincero. Se eu pudesse sair do programa policial, eu sairia. Ele não me agrada”, admitiu.

Relembre a confusão

O Alerta Nacional se tornou notícia por conta de uma controversa declaração de Sikêra Jr. ao comentar a campanha promovida pelo Burger King para ressaltar a importância do dia do orgulho LGBTQIA+. Em um dos comerciais que foram produzidos, a marca afirma que não há dificuldade alguma para explicar para crianças assuntos relacionados ao tema, ressaltando que boa parte da juventude lida com o assunto de forma mais madura do que diversos adultos, que passaram a coordenar um boicote contra o fast food nas redes sociais.

“A criançada está sendo usada. Um povo lacrador que não convence mais os adultos e agora vão usar as crianças. É uma lição de comunismo: vamos atacar a base, a base familiar, é isso que eles querem. Nós não vamos deixar. Vocês são nojentos. A gente está calado, engolindo essa raça desgraçada, mas vai chegar um momento que vamos ter que fazer um barulho maior. Deixa a criança crescer, brincar, descobrir por ela mesma. O comercial é podre, nojento. Isso não é conversa para criança”, comentou o apresentador.

A fala homofóbica do jornalista se espalhou na internet em 26 de junho, um dia depois da exibição do jornalístico. Os internautas iniciaram uma mobilização para que os anunciantes do programa se manifestassem repudiando a fala do apresentador. O Sleeping Giants, que se apresenta como “um movimento de consumidores contra o financiamento do discurso de ódio”, decidiu encabeçar a campanha #DesmonetizaSikera — até a publicação deste texto, 92 marcas (somando anunciantes da RedeTV!, TV A Crítica e mídia digital) suspenderam anúncios em Sikêra e seus programas.

Leia mais