Patrícia Poeta é a mais cotada para apresentar o retorno do Vídeo Show

Patrícia Poeta deverá ganhar programa diário na Globo em 2022 (foto: João Miguel Júnior/TV Globo)
Patrícia Poeta deverá ganhar programa diário na Globo em 2022 (foto: João Miguel Júnior/TV Globo)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Não se espante se o Vídeo Show voltar ao ar sob o comando de Patrícia Poeta. Nos bastidores da Globo, o nome da jornalista é quase unânime entre os que tem conhecimento da volta da tradicional revista eletrônica. Ela é avaliada pelos executivos da emissora como uma profissional versátil, que consegue ter bom desempenho tanto para temas mais sérios, quanto para momentos mais descontraídos, e que por isso seria o nome ideal para comandar a versão atualizada do programa. Se a volta da atração for aprovada, ela voltará ao seu formato original, com foco em games, curiosidades e entrevistas com funcionários da Globo, se distanciando da pegada adotada em seus últimos anos.

A reportagem do TV Pop apurou que já havia um projeto diário bolado para Patrícia Poeta antes mesmo da movimentação para o retorno do Vídeo Show. A emissora planeja promover uma série de mudanças em sua programação vespertina a partir do próximo ano, com aumento do espaço destinado para atrações ao vivo. A Sessão da Tarde, ao menos em um primeiro momento, deverá ser mantida no ar: apesar de não ter mais o ibope de outrora, os filmes ainda respondem por uma importante alavanca para o Vale a Pena Ver de Novo.

Os executivos da Globo não tem pressa para fazer o desenho definitivo da programação de 2022, e cogitam até usar o período do Big Brother Brasil para fazer testes de qual será o melhor caminho a ser seguido. O outrora medo de fazer mudanças em pleno voo foi superado ao decorrer deste ano — a confusão envolvendo o fim precoce do Domingão do Faustão é uma prova disso. Para a líder de audiência, experimentos passaram a ser mais do que válidos, desde que exista um bom pretexto para tal. É melhor testar e ter certeza do êxito (ou do fracasso) do que ousar e simplesmente arriscar e acabar com um fracasso colossal, como foi a versão original do Se Joga.

Para a grade vespertina, a única certeza é de que a manutenção da extensa duração do Jornal Hoje é inviável. Mesmo líder isolado na imensa maioria dos dias, o telejornal já tem sofrido com a escassez de pautas e não consegue aliar os bons índices de audiência com boas cifras de faturamento. Mesmo com seu espaço praticamente dobrado, o número de intervalos comerciais permaneceu o mesmo de quando o jornalístico durava menos de uma hora.

Mesmo deficitário na audiência, o formato original do Se Joga foi um dos maiores campeões de faturamento de toda a história da emissora na faixa da tarde. Ele, inclusive, não deixou de servir de referência para os próximos projetos do horário. Uma ala da Globo defende que a faixa horária seja aproveitada para a produção de formatos mais leves, independentemente de ser inserido como quadro de um eventual retorno do Vídeo Show ou como programa solo — atrações de sucesso em outros canais da América Latina tem sido acompanhadas de perto pela rede.

Leia mais